Maldonado – Punta Ballena

O relato abaixo foi extraído de um dos meus cadernos de viagem e conta a passagem pelo trecho entre a cidade de Piriápolis até Punta Ballena (Uruguai), datada em 22/12/09, durante a travessia pela América do Sul de Leste a Oeste:

Acordamos cedo em Maldonado e fomos tomar café no hotel. Comemos uma espécie de “bolinho” chamado “Media Luna”, bastante gostosinho por sinal. Como tínhamos passado uma noite isolada de conforto em hotel, aproveitamos e colocamos mais algumas “medias lunas” nos bolsos. Após o café fomos dar uma circulada para conhecer um pouco mais da cidade. Maldonado é uma cidade bonita e bem cuidada. Voltamos para o hotel, arrumamos as mochilas e saímos, sem destino. Resolvemos pegar a Ruta 10, sentido cidade de Piriápolis. Chovia muito e em menos de 5 minutos eu e o Rômulo estávamos completamente encharcados. Estava sendo muito difícil conseguir uma carona, por isso seguimos andando, hora pela margem do asfalto, hora pela beira-mar (logo desistimos, pois descobrimos que andar pela areia é bem pior). Acredito que tenhamos andado cerca de 20 km em meio a um belo temporal. Durante o caminho passamos pela famosa “Casa Peblo”, que foi casa de veraneio do artista uruguaio Carlos Páez Vilaró.

Finalmente chegamos numa praia bastante simpática, chamada Punta Ballena, balneário de primeira, com belas casas a beira-mar. Poralí buscamos um local para passarmos a noite e acabamos encontrando uma espécie de terreno baldio, bem de frente para o mar. Armar a barraca foi bastante difícil, pois o vento soprava forte vindo do mar. “Estacamos” a barraca com alguns pedregulhos que encontramos no local. Enquanto armávamos a barraca fomos surpreendidos por dois cães da raça pastor-alemão. Tivemos que fugir para o mar e esperar a boa vontade dos cães de irem embora. Cansados, molhados e com fome resolvemos fazer nossa humilde refeição (miojo). Foi outra complicação, pois o fogreiro não se mantinha aceso. No processo do “acende-apaga” demoramos cerca de 2 horas para fazer um simples miojo. Não comemos bem, deitamos molhados e nossa noite não foi das melhores.

Anúncios

Posted on 23/12/2002, in Uruguai, Viagens and tagged , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: