Morro do Cagaço – 1ª Investida

 

Eu, Pipo e Marco

Recorte de Paranaguá

Morro do Cagaço

No dia 13 passado tive como missão mais uma descida ao Litoral do Paraná, mais precisamente para a cidade de Paranaguá. Um dos objetivos era o de desbravar o vulgarmente conhecido “Morro do Cagaço”, que nada mais é do que uma pedreira desativada ao lado da BR 277, quase entrada de Paranaguá. Eu e meu camarada Pipo encontramos nosso amigo Marco Bortoli, do GE Mar Ilha do Mel, logo cedo e seguimos rumo ao morro.

A pedreira fica dentro de propriedade particular e foi necessária autorização do dono para entrar. Imaginei que o caminho seria tranquilo, pois o morro não é muito alto e os escoteiros da cidade de Paranaguá costumam fazer rappel no local. Quando iniciamos a curta trilha nos deparamos já de cara com um deslizamento de terra, que nos forço a desviar o caminho. Acabamos tendo que abrir caminho no meio do mato usando o próprio peito. O mato estava muito fechado, uma verdadeira quissassa, com trepadeiras, galhos caídos e muita lama (dos deslizamentos) pelo caminho. Nosso plano era o de chegar até o cume e fazer uma descida de rappel para conhecer a parede, mas só conseguimos andar pouco mais da metede do caminho, pois o resto do percurso estava instranponível.

No final das contas resolvemos pedir para um dos donos do local abrir uma picada, para muito em breve fazermos uma segunda investida. Logo depois de nossa tentativa o Marcão gentilmente nos cedeu sua casa, mais especificamente seu chuveiro, para um bom e merecido banho. Almoçamos num restaurante china nas ruas do centro histórico da cidade de Paranaguá.

Anúncios

Posted on 16/04/2010, in Escalada, Escotismo and tagged , , , . Bookmark the permalink. 3 comentários.

  1. Que aventura!!

  2. Régis - GE Campos Gerais

    É isso aí Victor! Um verdadeiro Chefe tem que “rala o peito”. Estou programando conhecer o Abrolhos no início de junho, já está convidado…Ahhh…estou precisando de um guia? Forte abraço.

  3. vitortrotamundo

    Na verdade chefe escoteiro tem que ralar peito mesmo e entrar no meio do mato para preparar atividade. Afinal, não tem outro jeito..hehehe

    Mas quando vier subior o Abrolhos me dê um toque. Se eu tiver com a agenda livre será um prazer acompanhá-los. 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: