“Bate perna” nas ruas de Paris

Ainda meio atordoados com o incidente do alarme levantamos e fomos tomar nosso café. Elaboramos um roteiro rápido das atrações que iríamos visitar durante o dia e saímos. Tempinho feio, nublado, ameaçando chover. Monidos do passe de metrô (Métropolitain) seguimos primeiramente em direção as Catacumbas de Paris. Chegando lá nos desmotivamos com a fila, que estava gigantesca. A média de permanência era de duas horas e meia. Nem pensar!!! Resolvemos tentar a sorte mais tarde.

Fomos então em direção a Île de la Cité, mis precisamente para a Catedral de Notre Dame, que estava simplesmente infernal. Mais uma fila serpenteante para entrar e, para ajudar, veio a chuva com todo o seu potencial. Indignados, resolvemos burlar o sistema e entramos na catedral pela saída. Demos uma de “samongos” e quando fomos ver já estávamos lá dentro. Sem controle, sem estresse. A construção desta catedral teve início em 1163 e é dedicada a Maria, mãe de Jesus Cristo (daí o nome: Notre-Dame = Nossa Senhora). Saiba um pouco mais sobre Notre Dame CLICANDO AQUI!

A lendária Catedral de Notre Dame
Uma das inúmeras imagens dentro da catedral.

Depois da visita a Notre Dame e, com a trégua da chuva, seguimos em direção aos Jardins de Luxemburgo. Tinha até me esquecido de como este lugar é bacanoso. Exibe belas cores, mesmo com o tempo nebuloso (até rimou!). São 25 hectares de jardim, tanques de água e pomar, contando com o ornamento de dezenas de estátuas.  O palácio existente no local atualmente é o senado da França. Também já estive AQUI em 2007.

Ao fundo o Plácio de Luxemburgo
Uma das inúmeras estátuas existentes no local.

 Na sequência nosso objetivo era o de encontrar os deliciosos “Macarones” (não é aquele da mama!). Trata-se de um doce francês em vários sabores. Delicioso!!

Passamos também pelo Panteão e resolvemos então tentar a sorte novamente nas Catacumbas. Chegando lá, mais fila! Desta vez resolvemos encarar. Ficamos aproximadamente uma hora e meia esperando e quando estávamos quase lá… pimba! Fecharam a bagaça, que tinha horário de fechamento para as 16h, na nossa cara. Não teve “choro” e não adiantou a revolta das pessoas (inclusive a minha) que ficaram aguardando. Esta fica pra próxima!

Passeamos e fizemos compras na Champs-Élysées e seguimos até o Arco do Triunfo. Finalizado em 1836, o Arco testemunhou momentos históricos como a invasão do Exército alemão e as comemorações de libertação de Paris com o general Charles de Gaulle à frente. Há um pequeno museu em cima. Do topo, vê-se a Champs-Elysées, a Torre, o obelisco na Place de la Concorde, o Louvre e mais ao longe o Le Grande Arche. Vale a pena encarar os seus degraus até o topo. A vista é maravilhosa. Muita chuva enquanto estávamos lá em cima.

Em baixo do Arco do Triunfo
Em cima do Arco do Triunfo. Torre Eiffel ao fundo.

No final do dia encontramos o Mariovani, Ronilde e Alana no Trocadéro. Não tinha ido neste lugar na última vez. Exibe uma vista privilegiada da Torre.

Trocadéro

Demoramos um pouco para achar um local para comer. Acabamos encontrando uma “kebaberia”, que acabou “quebrando o galho” com seus preços módicos. O macarrão estava supimpa!

O dia foi agitado e bem corrido. Desmaiamos no albergue.

Anúncios

Posted on 16/07/2011, in França, Viagens and tagged , . Bookmark the permalink. 2 comentários.

  1. Vladmir Brenner

    Pô! Até que enfim você deixou minha comadre Ari, sair em uma das fotos!!!

    • vitortrotamundo

      Ahhh que nada… Ela está em várias nos posts anteriores. Além do mais tenho muitas outras nos meus arquivos… ehehehe 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: