Nova Política de Reconhecimento dos Escoteiros do Brasil

Há aproximadamente dois anos atrás, foi composta uma Comissão Nacional de Estudos das Condecorações Escoteiras. Esta comissão tinha como objetivo analisar a Resolução que tratava do assunto, revizá-la e propor atualizações.

Desta Comissão, frutificou a nova política de reconhecimento dos Escoteiros do Brasil. Os requisitos para concessão de condecorações foram revisados, tornando-se mais claros, e as medalhas tiveram seu layout modernizado. Também foram criadas novas condecorações, atendendo desta forma todos os níveis da UEB.

O resumo desta nova política segue abaixo:

Reconhecimento pela Compreensão e pelo Apoio:

Esta é a primeira novidade!

Pin do Cônjuge

Trata-se apenas de um pin que é destinado a cônjuges e/ou companheiros(as) com mais de 10 (dez) anos de vida em comum com escotistas, dirigentes e outros adultos da UEB, que contribuem com o Escotismo há mais de 20 (vinte) anos. É uma mneira formal de agrdecer estas pessoas, que de maneira indireta, apoiam o escotismo, acompanhando seu parceiro durante sua vida escoteira.

Medalha de Gratidão

As mudanças aconteceram no sentido de deixar mais clara a regra, que passa a ter o seguinte texto:

A Medalha de Gratidão é concedida a pessoas naturais, associados da UEB ou não, Grupos Escoteiros, Seções Escoteiras Autônomas ou entidades que tenham prestado grandes e comprovados serviços a órgãos da UEB ou ao Movimento Escoteiro em geral.

Medalha de Gratidão - Grau Bronze

A Medalha de Gratidão pode ser concedida nos seguintes graus:

Bronze: por grandes e comprovados serviços prestados à Unidade Escoteira Local (Grupo Escoteiro ou Seção Escoteira Autônoma) ou ao Distrito Escoteiro;
Prata: por grandes e comprovados serviços prestados em nível regional ou nacional ou em sequência ao grau Bronze; e
Ouro: por relevantes serviços prestados ao Movimento Escoteiro em geral ou em sequência ao grau Prata.

Medalha da Fraternidade Mundial

É uma condecoração nova, que é concedida aos membros de associações escoteiras estrangeiras em sinal de amizade e de reconhecimento por grandes e relevantes serviços prestados a União dos Escoteiros do Brasil em nível internacional.

Medalha da Fraternidade Mundial

Esta medalha não pode ser concedida a sócios da União dos Escoteiros do Brasil

Medalha de Bons Serviços

Também sofreu alguns ajustes. Esta medalha passa a ser outorgada nos graus bronze, prata e ouro e a regra passa a ser a seguinte:

A Medalha de Bons Serviços é destinada a premiar a boa e eficiente atividade escoteira, só podendo ser concedida aos associados, jovens e adultos, da União dos Escoteiros do Brasil.. A condecoração não se destina a premiar somente o tempo de atividade, mas os serviços de especial caráter meritório pelos quais ela é concedida, durante o número de anos em que o associado esteve registrado, ultrapassando os limites do de fiel cumprimento do dever ou do exercício de cargos no Movimento.

A condecoração é concedida àqueles que completam, respectivamente, 5 (cinco), 10 (dez), 15 (quinze), 20 (vinte), 30 (trinta) e 40 (quarenta) anos de bons serviços ao Movimento Escoteiro.

É vedada a outorga da medalha de 5 anos de bons serviços a membros juvenis.

Bons Serviços - 40 Anos

Bons Serviços - 30 Anos

Outra novidade é que Grupos Escoteiros também poderão ser condecorados com a Medalha de Bons Serviços e com a Medalha Velho Lobo (ver abaixo), desde que no decorrer de seus anos de existência tenham estado em dia com suas obrigações administrativas e financeiras. O tempo será contado a partir da data de fundação, que no caso dos Grupos Escoteiros e Seções Escoteiras Autônomas se dá na data das primeiras promessas de membros juvenis.

As antigas barras de ouro deixam de existir e passam a ser também medalhas.

Medalha Velho Lobo

Basicamente a mesma regra.

A Medalha Velho Lobo é concedida ao associado da UEB que houver completado 50 anos comprovados de atividade escoteira.

Medalha Velho Lobo

Cruz de São Jorge

Também sofreu um pequeno ajuste em sua regra:

A Cruz de São Jorge é concedida para associados da UEB ou para autoridades, em sinal de reconhecimento por grandes e relevantes serviços prestados ao Movimento Escoteiro em  qualquer nível (local, regional e nacional)

Cruz de São Jorge

 A condecoração poderá ser concedida a quem seja portador da Medalha de Gratidão, no Grau Ouro, há pelo menos 2 (dois) anos.

Tucano de Prata

Talvez esta seja uma das grandes novidades!

A Medalha Tucano de Prata é a recompensa honorífica de mais alto reconhecimento no nível local, e só pode ser concedida a associados da UEB a quem já tenha sido conferida, há pelo menos 5 (cinco) anos, a Cruz de São Jorge, e que tenham prestado novos e relevantes serviços ao Movimento Escoteiro em nível local.

Tucano de Prata

Medalha Lobo Guará

Mais uma grande novidade!!

A medalha Lobo-guará é a recompensa honorífica de mais alto reconhecimento no nível regional, e só pode ser concedida a associados da UEB a quem já tenha sido conferida, há pelo menos 5 (cinco) anos, a Cruz de São Jorge, e que tenham prestado novos e relevantes serviços ao Movimento Escoteiro em nível regional.

Medalha Lobo Guará

Medalha Tiradentes

Sem grandes alterações!

Instituída em homenagem ao protomártir da independência, é concedida a associados do Movimento Escoteiro, Regiões Escoteiras ou Unidades Locais, por atos que demonstrem ações de caráter excepcional e devotamento ao dever, nobreza de caráter e de sentimentos, elevado espírito escoteiro ou relevantes serviços à causa escoteira. Não há necessidade de que o associado ou órgão escoteiro tenha recebido qualquer medalha de gratidão em qualquer grau anteriormente.

Medalha Tiradentes

Tapir de Prata

Também não teve grandes alterações em sua regra!

O Tapir de Prata é a recompensa honorífica de mais alto mérito escoteiro, e só pode ser concedida a associados da UEB a quem já tenha sido conferida, há pelo menos 5 (cinco) anos, a Medalha Tiradentes, e que tenham prestado novos e relevantes serviços ao Movimento Escoteiro. Excepcionalmente, poderá ser concedida a grandes personalidades escoteiras mundiais.

Tapir de Prata no estojo de veludo.

Um Tapir com a pata levantada, alerta!

Cruz de Valor – Caio Viana Martins

A Medalha Cruz de Valor Caio Viana Martins é destinada a premiar ações de valor, salvamentos e outros atos que demonstrem coragem e heroísmo. É concedida somente a associados do Movimento Escoteiro ou órgãos do Escotismo.

Cruz de Valor Caio Viana Martins - no Grau Ouro

Cruz de Valor Caio Viana Martins - no Grau Bronze

Outras Novidades:

– O retorno das rosetas, para o caso das medalhas de pescoço (Tucano de Prata, Lobo Guará, Tiradentes e Tapir de Prata). A roseta deve ser usada somente com o traje passeio completo, não podendo ser usada com a medalha ou com o barreta.

– Barretas em metal e em tecido, para facilitar e incentivar o uso.

– Lançamento do Manual do Reconhecimento.

– As medalhaspoderão ser entregues em caixinhas de veludo, caso o solicitante deseje.

Os objetivos da comissão foram:

-Melhoria da qualidade e adequação a nova marca;

-Adequação ao ambiente aventureiro;

-Uma publicação acessível, moderna e que possa esclarecer nossos associados no que tange os procedimentos.

-Um reconhecimento direcionado aos nossos associados em nível local e regional.

            Foram dois anos de muito trabalho, mas o melhor era o espírito e a sintonia da equipe, discussões no skype, mais de 400 emails, debates, pesquisas e afins foram a nossa rotina, e com certeza, ao final disso, temos a certeza de ter feito nosso melhor possível.

Participaram desta comissão nacional: Felipe de Paulo (RJ), Vitor Augusto (PR), Paulo Henrique Maciel Barbosa (MG), Eduardo Henrique de Souza (MG), Luiz Salgado Klaes (SC), Nelson Senna (RS), Paulo Salamuni (PR). Valeu pesoal!!!

Os integrantes da comissão, da esquerda para Direita: Eduardo, Felipe, Paulo Henrique, Senna e Vitor.

Em breve o Manual do Reconhecimento e nova Resolução estarão no site dos Escoteiros do Brasil. Fiquem lertas!

Esse post é coletivo e foi postado também no blog, do camarada Felipe, membro da Comissão e Bandarlog do reconhecimento, dê uma olhada no blog do truta http://felipedepaulo.org/

Posted on 01/05/2012, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 6 comentários.

  1. Valeu meus amigos…Bom Trabalho. Ronaldo F. Barros

  2. Olá Vitor,
    Gostaria de manifestar o meu prestígio pelo excelente trabalho desenvolvido por toda equipe de trabalho.
    Gostei muito do material e este revela uma linguagem objetiva e clara. Transmita o meu bravo, bravíssimo à todos envolvidos.
    Sempre Alerta
    Luciano ES

  3. Oi Vitor!
    Quero parabenizar a todos os envolvidos nesta tarefa de modernizar e melhorar o sistema de condecorações. Os novos modelos ficaram lindos e as novidades mais ainda. A voce em especial pelo empenho que sei que teve para que isso se tornasse possivel.
    Sempre Alerta!
    Marlene – Ctba/PR

  4. Quero parabenizar a U.e.b po onde eu faço parte a 3 anos , gosto muito das conderações delas mais queria dar um alerta ás regiões escoteiras que de uma olhada nos G.E que tem muitos , chefes velhos que merecem essas conderações porque muitos neim quereim mais mereceim por servireim a União dos escoteiros do brasil , estou honrado e muito feliz por fazer parte a 3 anos e espero algum dia receber bons serviços , 5 anos ,10,15,20,30, e 40 anos de movimento escoteiro um aperto de canhota

    Lucas Luiz . Monitor patrulha-Kayapó /Senior
    Sem grupo escoteiro …

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: