Sobre

Meu nome é Vitor, nascido em Curitiba, mas me considero um cidadão do mundo. Tenho algumas paixões, coisas das quais considero como sendo vícios saudáveis.

1 – Eu e o Escotismo:

O meu 1º vício, dos três  o mais antigo, é o Movimento Escoteiro do qual sou integrante desde 1992. No Escotismo fiz meus grandes amigos e desfrutei as coisas simples que a vida ao ar livre pode oferecer. Foram diversos acampamentos, caminhadas, viagens, etc…  Hoje trabalho profissionalmente na União dos Escoteiros do Brasil – Região do Paraná e posso afirmar categoricamente que faço o que eu gosto.

2 – Eu e a Escalada:

Meu 2º vício é derivado do primeiro, já que meu primeiro contato com as montanhas se deve ao Movimento Escoteiro. Em minha juventude minha frequência nas montanhas paranaenses era intensa. Costumava ir, juntamente com meus amigos, quase que todo final de semana para montanhas como Anhangava, Marumbi e Pico Paraná. Com 17 anos já havia rompido a fronteira e comecei a escalar fora do estado e posteriomente fora do Brasil.Ultimamente não tenho escalado tanto quando gostaria, devido a minha rotina, mas volta e meia dou minhas escapadas.

Já me perguntaram porque escalar montanhas? Resposta simples… para viver!

3 – Eu e as Viagens:sao luiz - vitor nao sei voltar para casa 3

Este é outro vício também derivado do primeiro. O Escotismo me mostrou como é legal conhecer novos lugares e conhecer novas culturas. Tive o privilégi o de viajar bastante, algumas vez viajei com dinheiro e outras vezes sem, mas em todas elas (com ou sem a $) desfrutei tudo o que o mundo pode oferecer. O mundo é muito grande para não ser explorado!

Sempre fui muito inquieto e ávido por descobrir. Não me conformo com o simples fato de existir, visto que há uma profunda diferença entre viver e existir. Considero que uma vida inteira é muito pouco para se conhecer o mundo (viver o mundo!). É por isto que viajo!

Falar em viajem me faz lembrar de uma frase:  “Mas por certo só são na verdade viajantes os que partem por partir, como um balão; Ligeiros corações na fortuna confiantes, e, sem saber por que, apenas dizem “Vamos!” e vão!”

Enfim, este é o meu blog! Sejam bem-vindos!

  1. E aí meu camarada, bacana seu blog aqui no wordpress. O que está achando da word, é melhor que o blogger? Vou mudar totalmente a carona de meu blog, mexendo no template e no layout. Vc acha uma boa mudar para WordPress.

    Bem, mas o que vale é o texto. Continue frequentando os rascunhos que de vez em quando eu venho acompanhar seus trotes pelo mundo.

    Falous

  2. Altamiro Vilhena

    Vitor,
    Excelente blog. Gostei muito, até porque, tirando a escalada, temos dois vícios em comum. Vou adicionar no meu blog assim que fizer minha próxima mexida por lá.
    Abraços,
    SAPS!
    Altamiro

  3. Oi Vitor !! Fiquei sabendo do seu blog por um e-mail que o Luciano enviou para todos os chefes do ramo escoteiro. Não pude deixar de enviar esta mensagem, pois achei o mesmo inspirador. Escotismo, escalada e viajem é uma excelente tríade para se pautar a vida. Obvio que não só pelas atividades em si, mas, e principalmente, pelos valores que representam. Me filiaria à tríade facilmente. Bem, já compartilho das paixões pelo escotismo e pelas viajens, já a escalada… não que não goste… mas precisaria de um tempinho e MUITO esforço para retomar a forma (hihihihi). Enfim, parabéns pelo blog e boa sorte em seus projetos !!

  4. Oi..nossa que bom que existe pessoas com o mesmo espírito aventureiro…fiquei contente por ver o blog, sou estudante de filosofia e escoteira do grupo Bororos do RS. Eu e uma amiga(escoteira e estudante de História) vamos fazer uma rota de acampamento e estudo pelas praias do Uruguai, caso tenha algumas digas sobre o assunto favor passar por email. Abraços..

  5. Manuel Semedo

    Gostei bastante. passarei a ser um assiduo frequentador desta pagina. adoro escotismo. Inicei em 1997. gostaria de ter muito antes o contacto com esse movimento. Pois desajaria iniciar e viver a experiencia de um lobito. Gosto dos desafios, talvez seja o motivo que adoro raid, escalada, rappel, entre outras que faz que a andrelina venha à tona.
    Semedo CPV (Cabo Verde)

  6. João Borges

    Dae Titi tava procurando uma página que tivesse um quadro de honra histórico porque estou aqui na Bahia com um outro escoteiro e queriamos ver aquelas 3×4 que apareciam na revista fogo de conselho. Acabei achando esta página.

    Sempre Alerta

  7. vitortrotamundo

    Grande João,

    Poutz, aquelas fotos são difíceis pra encontrar em meio digital… Se algum dia precisar de cópia tenho todas as revistas aqui…

    Abraxx

  8. Nossa, muito legal seu Blog!!! Não sou mais escoteira há muitos anos, e um dos grupos que visitei em Curitiba me encantou bastante. A sede era no Parque Birigui e ficamos hospedados lá antes do Jambori Nacional.

    Abraços…

  9. Oi Vitor

    Encontrei teu blog através do Blogs de Viagem e me identifiquei bastante… também sou uma trotamundos (atualmente moro na Costa Rica)… e também sou escoteira😀

    Sou gaucha, mas quando voltar da Costa Rica, vou morar em Curitiba, trabalhando em um projeto de empreendedorismo jovem (a partir de setembro)!
    E, assim como fiz em todos os lugares onde morei, quero conhecer grupos escoteiros aí em Curitiba… e quem sabe escolher um pra participar todos os sabados😉

    Alguma dica? Coloquei meu email aí no comentário… assim nos mantemos em contato, pode ser?

    forte aperto de canhota!

  10. Cara curti pra caramba seu blog ! Sou amante de viajens tipo mochilão e sou Pioneiro de um grupo no Interior de Sampa! Fiz um post inspirado nesse post e no seu blog !!

    http://www.what-up.blog.br/2011/04/e-ser-mochileiro-what-you-think-about.html

    Flw
    Good Trips!

  11. vitortrotamundo

    Valeu pelo comentário!
    Uma das idéias deste blog é justamente inspirar outras pessoas a viajarem, conhecerem novos lugares.
    Parabéns pelo seu post!

  12. Dioney Mascarenhas

    Fala man.

    Sou ex. escoteiro, tb apaixonado por viagens e com uma história parecida com a tua.
    Me add no Facebook, para trocarmos experiências.

    Abraços

    DIONEY MASCARENHAS

  13. Olá, tudo bem?

    Gostei muito do conteúdo do seu blog, gostaria de enviar uma proposta de artigo, caso tenha interesse por favor entre em contato pelo meu email.

    Abraços,
    Verônica

  14. Você iria adorar conversar com meu pai – NELSON HEY – ele e um amigo colocaram as correntes na escalada do Marumbi. Meu pai era muito conhecido e foi chefiando a delegação de escoteiros para a Austria em 1951, foram de navio. Hoje com 86 anos lembra e adora contar histórias de suas aventuras. Para nós, que viemos muito depois, parece até ficção.
    Meu nome é Nelci Hey

  15. Olá Vitor, tudo bem?

    Por acaso você teria algum email onde eu possa entrar em contato?

    Abraço!

  16. Parabéns! Ótimo o seu blog. Gostaria de aproveitar e sugerir o grupo de divulgação de trilhas e caminhadas Caminhantes do Brasil. O grupo divulga caminhadas no Brasil e exterior e links relacionados a caminhadas, ecoturismo e acampamentos. É necessário cadastrar-se para ter acesso a todas as informações.

    http://br.groups.yahoo.com/group/caminhantes-do-brasil/?v=1&t=search&ch=web&pub=groups&sec=group&slk=2

    Abç
    Claudio

  17. Roland Scialom

    Vitor, gosto do teu estilo, é semelhante ao meu. Voce disse que trabalha para UEB. Fui escoteiro na minha juventude e guardo lembranças ótimas dessa época. Baseado nesses tres fatos apresento para você o seguinte problema em forma de cenário.

    1. O escotismo se propõe uma missão que seria muito construtiva para a juventude brasileira, e por extensão à sociedade inteira quando se pensa que os adultos foram um dia jovens.

    2. O Brasil é um território inexplorado pelo escotismo. Particularmente as grandes cidades onde a juventude é programada pelo seu ambiente das formas mais variadas e em geral perniciosas: desde o jovem filho de papai que é programado para virar um yupie até os jovens que se criam nas periferias pobres e são programados para virar desde marginais-bandidos a cordeiros-frequentadores de alguma igreja.

    3. Os tempos em que o escotismo estava mais ligado à educação de jovens de classe média e se mantinha totalmente longe de discussões políticas mudaram. Nos tempos de hoje, todo cidadão tem que participar de atividades politicas para garantir seus direitos de cidadão.

    Pergunta: existe alguma proposta de escotismo que levaria os ideais do escotismo às periferias de grandes cidades?

    Comentários:
    1. Minha pergunta está relacionada com meu interesse em trabalhar numa proposta dessas. Eu não trabalharia para o escotismo convencional porque o escotismo para jovens de classe média não vai trazer mudanças significativas à sociedade.
    1. Uns 20 anos atrás, fiz essa pergunta a um saudoso amigo meu que estava ligado à UEB, no Rio de Janeiro: o Dr. José Fernando Schuster. A resposta dele, na época, foi “não”.

    Abraço.

  18. vitortrotamundo

    Olá Roland,
    Creio que a organização está caminhando e amadurecendo no sentido de oferecer o Escotismo ao maior número de jovens possível, inclusive para as classes menos favorecidas, onde seguramente seria uma ferramenta transformadora.
    Falando em termos de Paraná, temos um projeto bastante interessante, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, para implantar unidades escoteiras em Colégios Estaduais. Até o momento temos dois grupos “piloto” funcionando, e mais 20 à caminho.
    Ainda não foi pensado em um projeto macro, com esta proposta de capilaridade conforme você descreveu. Traga suas ideias, quem sabe não se materializa em uma iniciativa bacana e inovadora!
    Forte abraço e obrigado pela visita!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: