Participantes do 1º AGEP – Preparaí-vos

Para não perder o costume, mais uma grande atividade com previsão de chuva.

Medalha de Bons Serviços – 20 Anos

Os agraciados com a Medalha de Bons Serviços.

Dia feliz no GESD! Foram entregues Medalhas de Bons Serviços de 5, 10, 15 e 20 anos. Justo e merecido reconhecimento para nossos voluntários, que realizam serviços muito acima do mero cumprimento do dever.

Sobre esta Medalha de Bons Serviços, quem tem que agradecer sou eu, afinal o Movimento Escoteiro me presenteou com inúmeras coisas, duas muito importantes: foi aqui que encontrei o amor da minha vida, foi aqui que fiz as grandes amizades da minha vida.

Muito mais que 20 anos de Bons Serviços, são 20 anos de momentos inigualáveis, aventuras épicas, acampamentos extraordinários, viagens sensacionais e figuras malucas e incomparáveis.

E que o “Grande Jogo” continue! 🙂 Obrigado por fazerem parte!

Vinte anos de momentos inigualáveis, aventuras épicas, acampamentos extraordinários, viagens sensacionais e figuras malucas e incomparáveis.

Ryru Omo´ã

Hoje tive a oportunidade de circular pela cidade para verificar os “caches” do jogo Ryru omo´ã. Para os que não conhecem, a grosso modo, este jogo é muito parecido com um “caça ao tesouro”. A grande diferença é que você não fica com o tesouro, mas sim o troca por um outro objeto de igual valor. O nome “Ryru omo´ã” é apenas um nome fantasia, para criar o clima do jogo. A atividade é baseada em uma outra, que acontece em nível mundial, chamada Geocashing.

Foi muito legal circular pela cidade, e por todos os cantos encontrar patrulhas em busca dos “caches”. Também foi bacana abrir alguns dos “caches” e ver que estes foram encontrados por muitos escoteiros em suas explorações urbanas.

A ideia inicial era desenvolver esta atividade como atividade prévia ao 1º AGEP, mas devido ao sucesso, quem sabe não vira um jogo permanente… apenas uma ideia.

Perigoso é Ervilha.

Vi AQUI.

Escaladores de Quatro Patas

Trecho extraído do filme “Return 2 Sender”.

Matéria sobre Escotismo na Gazeta do Povo

Matéria muito bacana que saiu no caderno Vida e Cidadania, no Jornal Gazeta do Povo no dia 16/11/12.

Para acessá-la basta CLICAR AQUI!

Curso Avançado – Dirigente Institucional – 2ª Fase

Voltamos a Gilwell para 2ª fase do CA – Dirigente Institucional. Quatro dias espetaculares em Bateias, na companhia de grandes amigos.

O Curso Avançado oferece momentos inesquecíveis, que realmente valem a pena todo esforço e dedicação.

Parabéns aos cursantes, e obrigado aos diretores Irineu e Patrícia pela oportunidade em compor esta equipe sensacional.

Curso Avançado – Dirigente Institucional – 2012

Uma noite no México.

GESD no CA 2012.

Eu e a minha “japoranga”.

Momento especial, com comida especial.

Cucos reunidos.

Parte da equipe do CA Dirigentes 2012.

Curso Básico nas Catacumbas

Nos dias 10 e 11 de novembro, foi realizado  mais um Curso Básico do Ramo Escoteiro, no Campo Escola de Bateias. Nesta oportunidade tivemos a participação de 27 escotistas.

O destaque fica por conta da nomeação do camarada Marcelo Margraf Oliveira, como DCB (3ª conta). Mais do que merecido, pela constante e eficiente atuação como formador. Parabéns!

Mais uma vez a equipe “The Doors” se reuniu e “matou a pau”, em dois dias espetaculares de treinamento: Carla, Christian, Gil, Isabela, Willian, Luciano, Ariadne.

Durante a noite, tivemos o “Jantar de Hallowen”, que criou um clima bacana de descontração e “relax”.

Mais um CB na conta! 😉

Curso Básico nas catacumbas de Bateias.

Equipe “The Doors”

Casal terror…

Chapeleiros malucos.

Turma do Curso Básico – Ramo Escoteiro.

Fitz Roy, A Grande Aventura

Filme completo, que narra a escalada de dois brasileiros nesta incrível e mítica montanha argentina.

Cerveja Hacker Pschorr Anno 1417

A começar pela garrafa, trata-se de uma excelente cerveja. Uma verdadeira joia encontrada no Mercado Municipal de Curitiba. Me chamou a atenção quando a vi ali, “sentadinha” na prateleira.  Me senti compelido a comprá-la e não me arrependi.

Cerveja deliciosa e encorpada. Quando experimentamos uma cerveja como esta logo vemos a imensa superioridade, comparada com o que temos a venda nos botecos deste Brasil varonil.  Bem diferente do que estamos acostumados a conhecer em termos de cerveja.

Uma excelente pedida para acompanhar pratos leves, aves e peixes. No meu caso, foi a bebida para acompanhar salmão. Combinação perfeita!

Recomendada! Se puder experimentar, experimente!

Conheça um pouco da história desta béra:

A história da Cervejaria Hacker-Pschorr começa a ser contada em 1417, noventa e nove anos antes de ser criada a Lei de pureza Alemã.

O nome atual da cervejaria remete à duas tradicionais cervejarias de Munique, que nesses 591 anos passaram por algumas junções e separações.

A primeira união entre a Hackerbräu e a Pschorrbräu aconteceu por volta de 1800.
Em 1944, já separadas, a Pschorr teve os seus equipamentos bombardeados durante a segunda Guerra, e a Hacker permitiu que a Pschorr utilizasse seus equipamentos para manter a produção ativa.

Em 1972 veio a ultima união, que dura até hoje.

A cervejaria é atualmente uma das seis grandes de Munique, e faz parte do grupo Paulaner.
Agora, a Hacker-Pschorr chegou ao Brasil.

Ela se enquadra o estilo Keller Bier, um raro e antigo estilo de produção alemão.

Basicamente, trata-se de uma lager, não pasteurizada e não filtrada, que são fermentadas em tanques abertos dentro de caves.

Fonte

%d bloggers like this: