Souvenirs

Considero as fotos as melhores lembranças de uma viagem, e este é até um dos motivos que mantenho este blog,  mas sempre que possível procuro trazer algum tipo de “souvenir” de viagem. Neste espaço registro alguns desses souvenirs, alguns comprados por mim, outros que ganhei de amigos. Estão aqui postadas também algumas lembranças relativas ao Movimento Escoteiro. Como juntei muita coisa durante este tempo todo, postei aquelas que julguei interessantes:

“Recuerdo “do camarada John Silva, durante sua passagem pela cidade de Curitiba, por ocasião de sua viagem de motoneta. Agosto de 2012.

Lembrança da 39ª Conferência Escoteira Mundial, ocorrida em Curitiba. Janeiro de 2011.

Não pude estar presente na festa, mas recebi a bela lembrança da passagem do 25º aniversário do Grupo Escoteiro Verde Canção, da cidade de Maringá.

O cinto dos escoteiros da Austrália foi presente do amigo Daniel, por acasião da Conferência Escoteira Mundial.

Moedinha vendida nas Catacumbas de Paris.

Cachecol do Boca Juniors. Lembrança da passagem pelo bairro mais tradicionais de Buenos Aires.

Lembrança do meu 1º Curso Básico como Diretor. O curso aconteceu na cidade de Maringá e a peça em madeira foi entregue pelos alunos.

O Dumonzinho é uma recordação entregue aos integrantes do GE Santos Dumont que conquistaram pelo menos um dos Distintivos Especiais (Cruzeiro do Sul, Lis de Ouro, Escoteiro da Pátria, Insígnia de BP) ou Insígnia da Madeira. Recebi o meu por ocasião da entrega da IM – Ramo Escoteiro em 2008.

Cachecol inglês. Lembrança de minha passagem por Londres.

A cuia de tererê é uma lembrançado Grupo Scout San Jose, da Ciudad del Este – Paraguay, durante a realização do III Dumontur.

Os “Toritos de Pukara” são característicos do sul do Perú e normalmente são vistos nos telhados das casas. Servem como protetores.

O esquilo de pelúcia é uma lembrança da Ilha de Brownsea, na Inglaterra.

Miniatura de monolito de pedra das ruínas de Tiahuanaku, na Bolívia.

Lembrança do Curso Avançado – Ramo Escoteiro 2009. O trabalho artesanal foi feito pelo meu amigo Arthur, da cidade de Maringá.

Caneca tipicamente britânica. Ideal para um tradicional chá inglês.

Cerâmica do Deserto do Atacama. Na região é muito comum este tipo de artesnato

Medalha comemorativa ao 50º aniversário do GE Santos Dumont

  1. Manuel Semedo

    Me inspiras! tenho muito souvenires, já passei peripeças e muitas outras coisas que acho que os deve partilhar com outros. Por isso vou criar um blog. Obrigado…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: