Arquivos de sites

Curiosidades sobre o Chile

Gosto do Chile! Gosto muito do Chile! País que tem de tudo: praia, vulcão, deserto, montanha, neve… enfim, compelto para quem gosta de aventura.

Seguem algumas curiosidades sobre este belo país:

1.   O Chile é um país da América do Sul, limitado a norte pelo Peru, a leste pela Bolívia e pela Argentina, a sul pelo estreito de Drake e a oeste pelo Oceano Pacífico.

2.   Apesar da sua localização na Polinésia, a Ilha de Páscoa faz parte do território chileno.

3.   Santiago, a capital, é uma cidade muito organizada, limpa e receptiva.

4.   A Catedral Metropolitana de Santiago começou a ser construída em 1748 e só teve as duas torres concluídas no final de 1800.

5.   O Palácio de La Moneda no centro é a sede da Presidência da República e foi construído entre 1786 e 1812.

6.   O Chile é um dos países do mundo com maior quantidade de vulcões em seu território. Entre ativos e inativos, existem cerca de 15 vulcões.

7.   O terreno mais árido do mundo fica no Chile, o Deserto de Atacama. Alguns estudiosos afirmam que uma área dele passou 571 anos sem ver uma gota de chuva. Lá as temperaturas podem variar de 40º C ao dia a 0º C à noite.

8.   A maior mina a céu aberto do mundo é a chilena Chuquicamata. Ela é uma gigantesca cratera com quatro quilômetros de comprimento e 2 de largura, com profundidade de 780 metros.

9.   Em um país de muitas temperaturas e paisagens diferentes não poderia faltar o supra-sumo da temporada fria: boas estações de esqui. As três maiores são: Termas de Chillan, Valle Nevado e Portillo.

10. Uma viagem inesquecível pode ser feita apenas para se conhecer a rota dos vinhedos e provar in loco a textura única dos vinhos chilenos, grande orgulho do país.

11. Os brasileiros não precisam de visto nem passaporte para entrar no Chile.

12. O Chile teve a honra de conquistar dois prêmios Nobel de literatura, ganhados por Pablo Neruda e Gabriela Mistral.

13. Na comida típica chilena o milho é rei, sendo o Pastel de Choclo (milho), um dos pratos mais conhecidos.

14. A empada chilena é uma receita de mais de 300 anos e consiste em um embrulho de massa simples recheado com “pino”, mixtura de carne picada com cebola, azeitona, ovo e algumas passas.

15. O “pisco sour” é um famoso drinque preparado com suco de limão e açúcar. Nos feriados nacionais costuma-se beber chicha, suco de uva ou maçã fermentado.

16. A bandeira da República do Chile tem semelhança com a bandeira do Texas que é um dos 50 estados dos Estados Unidos.

17. Existe no Chile um luxuoso Resort chamado San Alfonso Del Mar, que tem uma das maiores piscinas do mundo.

18. O Chile sediou a sétima copa do mundo em 1962 e o Brasil foi bicampeão da copa neste ano.

19. No deserto de Atacama no Chile encontramos um roedor semelhante ao coelho, porém, chamado de biscacha.

20. Muitos turistas vão ao deserto de Atacama no Chile para tomar banho em gêiseres, pois o Chile é um dos quatro lugares no mundo onde podemos encontrar mais gêiseres.

Fonte Fonte

Anúncios

Museu Arqueológico Padre Le Paig

Uma boa pedida para se aprofundar um pouco mais na cultura de alguma região é visitar seus museus. Um dos lugares mais bacanas que tive a oportunidade de conhecer foi o Deserto do Atacama. Não tem como não ficar deslumbrado com as belezas da região e ao mesmo tempo não ficar curioso com a forma que viviam os povos do deserto. A cultura dos povos andinos é muito rica e em muitos lugares permanece intacta até os dias de hoje.

Em San Pedro do Atacama vale a pena conhecer o Museu Arqueológico R. P. Gustavo Le Paige. Este museu foi fundado em 1955 pelo padre belga Gustave Le Paige.

Estão expostas mais de 300.000 peças de cerâmica, fragmentos de tecidos, ferramentas, lanças para caça (embora escassa, ainda assim existe vida animal no deserto, resistentes ao calor e clima quente), vestimentas, múmias e material arqueológico descobertos na região. Dentre as raridades o museu apresenta jarros de cerâmica datadas de cerca de 3.000 a.C.

O museu também apresenta vestígios de todas as fases do desenvolvimento humano, da pedra lascada ao domínio da agricultura e exemplares das culturas dos tiahuanacos e incas, que também influenciaram o povo atacamenho.

Filme Sobre os Mineradores Chilenos

A produtora espanhola “Antena 3 Films” e a colombiana “Dynamo Factory” iniciaram as filmagens de um longa-metragem para a TV chamado “Os 33 de San José”, baseado na história dos mineradores chilenos resgatados na quarta, 13, após permanecerem soterrados a 700 metros de profundidade por mais de dois meses.

“A ideia surgiu no instante em que os mineradores ficaram presos involuntariamente. O roteiro começou a ser elaborado naquele momento, e a aprovação da versão definitiva foi feita na semana passada”, informou nesta quinta-feira a rede de televisão “Antena 3”, proprietária da Antena 3 Films.

As cenas externas do filme começaram a ser gravadas há 10 dias, e na próxima segunda-feira, dia 18, terão início as sequencias filmadas na locação que reproduz a mina San José, em Copiapó

Fonte: www.estadao.com.br

Deve ter sido muito fod** ter ficado “enterrado” este tempo todo. Com certeza a história vale um longa hollywoodiano.

Já tem até um cartaz proposto pelo designer Adam Campbell, que por sinal ficou bem bacana.

Salar de Atacama 2

Fazia tempo que eu queria escrever mais sobre o Atacama e suas deslombrantes paisagens. Uma das coisas que mais me chamou a atenção  foram os salares, não somente pela sua beleza, mas também por suas características peculiares. O Salar de Atacama está localizado a 55 km ao sul da cidade de São Pedro de Atacama, no Deserto do Atacama, região de Antofagasta. A salina em sí tem cerca de 3.000 km quadrados, medindo 100km de comprimento e 80km de largura, numa altirude de 2.300 m ao nível do mar. É muito sal!!

Na superfície do salar encontra-se uma grossa camada de sal, que é gerada pela constante acumulação de cristais produzidos pela evaporação das águas subterrâneas de intensa carga salina. Também na superfície existe água proveniente dos Andes, que se origina de sistemas hídricos formados por um conjunto de corpos lacustres  unidos por canais naturais. Estes sistemas possuem escassa profundidade e a camada de fungos possibilita a vida de abundantes formas microscópicas de algas unicelulares e micro invertebrados. São eles que cosntituem a dieta das aves, em especial dos flamingos.

A paisagem é deslombrante, com tons de branco, amarelo e azul. A vegetação é bastante escassa, mas a fauna da região é muito abundante e abriga diversas espécies de aves, com destaque para os flamingos que pinham de rosa a paisagem.

Perguntar se vale a pena conhecer um lugar destes é até insanidade, pois com certeza vale cade centavo aplicado. A região é realmente maravilhosa e única em todo o planeta.

DSC08281

Tenho mais algumas fotos de minha passagem no Atacama. É só conferir no link: ATACAMA

Salar de Atacama

Vulcão Licancabur.
A paisagem é incrível!
Nao é possível afundar! Querendo ou nao voce bóia.

Eu e meu amor.

Laguna Sejas

Jump nos Ojos del Salar. Aqui a água é doce!
Piscinas de sal.
Mais paisagens!

Mais uma laguna azul.
Tiramos a tarde para fazer um passeio incrível por algumas lagunas no meio do deserto. As lagunas que visitamos encontram-se no setor norte do Salar do Atacama, que foi um imenso lago salgado que secou. É incrível, em algumas lagunas o teor de sal é tao grande que ao entrar nelas voce nao afunda de maneira nenhuma. O visual de final de tarde é maravilhoso, com os vulcoes ao fundo, o sol refletido nas lagunas e a imensidao do deserto a frente.

San Pedro de Atacama

Nas ruas de San Pedro
Backpacker
Nosso hotelzinho. Simples e bacana!

Iglesia de San Pedro de Atacama.


Depois de 23 horas de viagem chegamos finalmente a simpatica cidade de San Pedro de Atacama, bem no meio do famoso Deserto do Atacama, o deserto mais arido do mundo. Nao há como negar, essa cidadezinha é bem bacana, com suas casas feitas de barro, telhado de palha e viajantes provenientes de todos os cantos do mundo. Observando a cidadezinha ao longe esta o vulcao Licancabur, que encontra-se inativo. Existem hoteis, agencias de viagem e barzinhos por todos os lados. Bem turístico mesmooo!!!

Arica – Chile

Bandeira chilena tremulando no alto do Mte Arica.
As ruas da cidade de Arica. No Chile, tudo mais limpo e organizado.

Saimos as pressas da cidade de Cuzco. O motivo foi porque nao conseguiriamos onibus antes do dia 02 de janeiro. Resumo da ópera: passamos o ano novo no busao, que até que nao era tao mal assim, em vista dos padroes peruanos. Foram 21 horas de viagem ate chegarmos na fronteira do Peru com o Chile. As portas de entrada do Chile em seu extremo norte é atraves da cidade de Arica. A partir daí já se apresenta uma regiao árida, início do Deserto do Atacaama. Aproveitamos a tarde na cidade de Arica, curtindo uma praia e a noite já seguimos para a cidade de San Pedro de Atacama.

Arica – Chile

Nas ruas da cidade.
Mte. Arica. Em seu topo a bandeira chilena está sempre agitada.

Conhecida como a Cidade da Eterna Primavera por seu clima subtropical, porta de acesso ao Parque Nacional Lauca, rodeado de impressionantes montes nevados com a impactante beleza do Lago Chungará, um dos mais altos do mundo e onde se concentra grande quantidade de Alpacas e Llamas como parte da vida animal que habita a zona.

Linda cidade…

Deserto de Atacama – Chile

Visão de desolação. Putz, pareço um mendigo nesta foto!

O deserto do Atacama está localizado na região norte do Chile com cerca de 200 km de extensão e é considerado o deserto mais alto e mais árido do mundo, pois chove muito pouco na região, em conseqüência das correntes marítimas do Pacífico não conseguirem passar para o deserto, por causa de sua altitude. Assim, quando se evaporam, as nuvens úmidas descarregam seu conteúdo antes de chegar ao deserto, podendo deixá-lo durante épocas sem chuva. Isso o torna de aridez incrível.

As temperaturas no deserto variam entre 0ºC à noite e 40ºC durante o dia. Em função destas condições existem poucas cidades e vilas no deserto, uma delas muito conhecida é San Pedro do Atacama ou São Pedro do Atacama que tem pouco mais de 3.000 habitantes e está a 2.400 metros de altitude por ser bem isolada é considerada um oásis no meio do deserto e o principal ponto de encontro de viajantes do mundo inteiro, mochileiros, fotógrafos, astrônomos, cientistas, pesquisadores, motociclistas e aventureiros.

O Atacama é alucinante! Incrível sua desolação e silêncio…
Passamos pelo deserto mais árido do Mundo em 2004.

Bandeira do Chile

A bandeira nacional chilena apresenta duas listas horizontais iguais de branco (topo) e vermelho, com um quadrado azul com a mesma altura da lista branca no cantão, contendo uma estrela branca de cinco pontas, no centro.

O protocolo determina que a bandeira pode ser pendurada horizontal ou verticalmente, mas que a estrela deve ficar sempre colocada no canto superior esquerdo.

As cores têm significados:

Vermelho: representa o sangue dos patriotas que lutaram pela independência.

Branco: representa a neve dos Andes.

Azul: representa o azul dos céus.

A estrela única: sublinha o facto de que o Chile é uma república unitária e não uma república federal.

Nota: A Bandeira do Texas, dos Estado Unidos, é semelhante à bandeira chilena.

Fonte: http://www.wikipédia.org

%d bloggers like this: