Arquivos de sites

4ª Edição do Guia de Escaladas da Urca e Reedição do Manual Escale Melhor e com Mais Segurança

Recém foi lançada a 4ª edição do livro Guia de Escaladas da Urca da Companhia da Escalada. Para quem não conhece a área da Urca, onde está o Pão de Açúcar, é o maior e mais tradicional centro de escaladas do País com 315 vias de escaladas mapeadas. Esta última edição do Guia da Urca traz novos mapas, croquis e fotos das escaladas no Pão de Açúcar, Morro da Urca, Morro da Babilônia e ainda a localização de diversos boulders do local. Com ele qualquer escalador, mesmo aquele que nunca escalou no local, conseguirá localizar as vias da Urca e saber de antemão o equipamento necessário em cada caso. Afinal, são 232 páginas de muita informação. O livro está à venda nas principais lojas de montanhismo do país. Os autores são Flavio Daflon e Delson de Queiroz e a primeira edição é de 1996. Mais informações em http://www.companhiadaescalada.com.br/livraria/guiadaurca/guiadaurca.htm.

Outro livro da Companhia da Escalada que teve uma reedição recentemente foi o manual Escale Melhor e com Mais Segurança. Escale Melhor e com Mais Segurança é um livro fácil de entender e que vai direto ao assunto. Traz informações atualizadas com centenas de ilustrações sobre equipamentos, nós, técnicas de escalada e segurança. O livro abrange todo o currículo mínimo exigido pela Federação de Montanhismo (Femerj) e pela Associação de Guias Profissionais do Rio de Janeiro (Aguiperj) para cursos básicos de escalada e por isso foi adotado como material didático em diversos cursos de escalada pelo país. Os escaladores intermediários encontrarão um capítulo dedicado as técnicas de guiada e outro sobre auto-resgate. Aqueles que estão mais avançados poderão ler sobre proteção móvel e artificial. E todos irão se beneficiar das dicas de nutrição e treinamento. É o livro perfeito para quem quer se aperfeiçoar e praticar o esporte com mais segurança. São 288 páginas, 130 fotos e 160 desenhos. Os autores são Flavio Daflon e Cintia Adriane, guias e instrutores da escola de escalada Companhia da Escalada. Mais informações em http://www.companhiadaescalada.com.br/livraria/escalemelhor/escalemelhor.htm.

Anúncios

Guia de Escalada em Rocha de Ponta Grossa

A boa notícia que anda circulando no meio montanhístico paranaense é a do lançamento de um guia de escalada da região de Ponta Grossa. Notícia bastante animadora, já que a região conta com um bom número de vias de escalada e com  potencial para a abertura de novas rotas.

Tive a oportunidade de escalar algumas vezes na região, mais precisamente no Buraco do Padre. O local conta com boas falésias, de formação arenítica e graduação bastante variada. A paisagem também é sensacional. Resumidamente vale a pena conhecer a região.

O lançamento do livro está previsto para a sexta-feira próxima, dia 17/12. Os autores são Fábio Barros e Lilian Massuqueto.

Livro A Terra

Essa semana estive circulando no centro de Curitiba e acabei me deparando com um livro de fotos super bacana, a um preço muito acessível.

O livro intitula-se “A Terra” e apresenta fotos exuberantes de todos os continentes. O bacana deste tipo de livro é que eles nos ensinam a amar o ambiente em que vivemos, em toda a sua diversidade. Os vulcões, as montanhas, os desertos, as florestas, colinas, rios e mares são mostras da mais sublime harmonia, onde o homem não é o personagem principal e sim um mero observador.

O bacana é que em todas as fotos você não encontra nenhum sinal da interferência do homem. Nada de prédios, casas, carros, cimento e concreto… nada!!!

É um bom presente para o final de ano!

Frommer´s Europa

Hoje eu dei o primeiro passo para meu retorno ao velho continente. Estava bobeando nas livrarias Curitiba e acabei não resistindo à compra do Guia Frommer´s Europa, um interessante guia de viagens.

É um livro bacana, para os que pretendem viajar gastando controladamente (como é o meu caso). Os livros da Frommers prometem viagens como Austrália a 60 dólares por dia. A série de livros é famosa mundialmente e este ano completa 50 anos, desde que Arthur Frommer, recém saído da guerra, viajou a Europa e escreveu o primeiro livro, em que prometia aos leitores conhecer a Europa a 5 dólares por dia. No site da Frommers também estão as séries de guias da MTV e o Dirty Cheap, que ajuda o turista a viajar da forma mais barata possível.

Para quem quiser conhecer o site Frommer´s é só clicar AQUI

Dica de Leitura: Escale Melhor e Com Mais Segurança

“Escale Melhor e Com Mais Segurança” é uma excelente literatura para quem quer se aperfeiçoar em técnicas de escalada. Considero este como sendo o melhor livro livro de escalada brasileiro. O livro é de fácil entendimento, traz muitas informações atualizadas e centenas de ilustrações sobre equipamentos, nós técnicas de escalada, segurança, etc…

Os escaladores intermediários encontrarão um capítulo dedicado às técnicas de guiada e outro sobre auto-resgate. Já os mais avançados poderão ler sobre proteção móvel e artificial. Por fim, todos irão se beneficiar das dics de nutrição e treinamento.

Os autores, Flavio e Cintia Daflon, tem uma ampla bagagem no esporte e conseguiram escrever um excelente material.  

Vale lembrar que escalar é uma atividade perigosa, por isto você não deve depender exclusivamente das informações contidas neste manual. Caso você esteja iniciando no esporte o ideal mesmo é procurar um bom instrutor.

Guia de Escalada em Rocha do Morro do Anhangava

Este guia é bastante interessante e traz boas dicas sobre o mais tradicional “point” de escalada paranaense. Este livro, além de apresentar um bom histórico do local, também fala sobre os aspectos naturais, equipamentos necessários, trilhas de acesso, além de trazer mais de 180 vias de escalada catalogadas.

Autores: Dalio Zippin Neto e Ronaldo Franzen ¨Nativo ¨.  Editora: Marumby.

Recomendo este guia, pois é o que eu utilizo nas minhas eacaladas de final de semana!

Boas escaladas!!

A Expedição Kon-Tiki

Como vocês bem sabem volta e meia eu escrevo a história de algum maluco, que em alguma época ou lugar do mundo fez alguma coisa interessante. Essa semana, não sei bem por que cargas da água, me veio a mente um livro que eu lí a uns 2 anos atrás ,que tratava da ousada teoria de que as ilhas da Polinésia haviam sido povoadas por povos da América do Sul. Por curiosidade tratei de procurar na internet fotos da famosa “Expedição Kon-Tiki” e me deparei com algumas bem interessantes, que inclusive fazem parte deste post.

A tal “Expedição Kon-Tiki” é fruto de um Sr. norueguês chamado Thor Heyerdahl (1914-2022), antropólogo. Thor era formado em biologia e geografia pela Universidade de Oslo. Em 1937, com uma ajudinha financeira ele foi pesquisar um pouco da vida selvagem das Ilhas Marquesas, mas seus interesses e curiosidades o fizeram querer saber como as Ilhas Marquesas e a Polinésia haviam sido povoadas. Através de sua observação ele percebeu que o vento e as correntes oceânicas fluíam de leste para oeste, e levando em consideração algumas similaridades culturais, ele propôs que as ilhas da Polinésia haviam sido povoadas pela América do Sul.

mapa kn tiki

Tal alegação agitou a comunidade científica da época, que logicamente considerara absurda tal teoria visto que até então pesquisas haviam apontado que os polinésios eram originários da Indonésia e que não haviam evidência que os sul- americanos tivessem barcos capazes de cruzar o Oceano Pacífico entre a América do Sul e as ilhas da Polinésia.

Para provar sua teoria, Thor projetou e construiu uma répilca, em tamanho real, de balsa indígena, e para isto ele utilizou os mesmos materiais e técnicas pré-colombianas. A madeira utilizada foi o “Pau de Balsa”, que ele conseguiu das selvas do Equador. Todo o material conseguido foi transportado para os estaleiros do porto de Callao. Para a construção ele recebeu o apoio da marinha peruana, sob ordem do próprio presidente do Perú.

A jangada Kon Tiki

A balsa foi batizada de “Kon-Tiki” e em abril de 1947 Thor e mais cinco tripulantes zarparam de Callao cruzando 8.000 km de mar que separam a América do Sul da Polinésia e depois de 101 dias eles chegaram ao atol de Raroia, no arquipélago das Ilhas Tuamotu. Com esta façanha ele provou que os antigos americanos pordiam sim ter desenvlvido habilidades muito avançadas de navegação.

tubarao

Toda esta fabulosa epopéia náutica foi relatada no livro “A Expedição Kon-Tiki”. O livro é velhinho (1987), mas foi publicado em mais de 60 países e foi vendido aproximadamente 25.000 de cópias. Vale a pena ler, caso encontre em algum sebo antigo.

G000034

Guia de Escalada da Urca

A cidade do Rio de Janeiro é o maior centro de escalada urbana do mundo. São muitas e muitaurcas vias de fácil acesso ao alcence das mãos. Basicamente basta descer do ônibus e pimba! Lá está uma bela parede, pronta para ser escalada. Só na Urca são mais de 270 vias e variantes distribuidas pelo Pão de Açúcar, Morro da Urca, Morro da Babilônia, Parede dos Ácidos e Pedra do Urubu, além dos inúmeros bolders.

Uma boa dica, para maximizar sua escalada e evitar riscos desnecessários é utilizar o Guia de Escaladas da Urca. O guia te ajudará a encontrar as vias, a saber o equipamento a ser utilizado e a dificuldade. Além disso a publicação reúne croquis de mais de 180 vias, muitas fotos e desenhos e um bom apanhado sobre a história da escalada na Urca.

O guia está em sua terceira edição e com boas inovações. Vale a pena conferir!

Literatura para Marumbinistas

Os livros abaixo já estão ha algum tempo circulando nas livrarias e lojas do ramo, mas vale apena destacâ-los como sendo boas literaturas que trazem dicas e curiosidades valiosas sobre as montanhas do Conjunto Marumbi.
O projeto do Guia de Escaladas Marumbi teve início em 2003 com o trabalho de recuperação de escaladas cuja grampeação estava total ou parcialmente comprometida. Uma centena de grampos e chapeletas velhas foram substituidas, no lugar foram usadas chapeletas e parabolts de aço inoxidável Bonier, que deverão durar muito tempo. Este trabalho levou quase quatro anos, e serviu também para recolher informações das vias e dos acessos além do levantamento fotográfico.
O Guia do Marumbi, de José Luiz Hartmann, resgata um pouco da história do montanhismo paranaense, nos quase setenta anos de escalada técnica e montanhismo, trás informação detalhada da maioria das vias do conjunto, com informação sobre o Parque Estadual, trilhas, acessos e conduta consciente, buscando uma formação integrada de nossos montanhistas.

O Guia tem 130 páginas no formato 21×21 cm. Todo colorido e ilustrado, com croquis das principais escaladas além de mapa e croquis de acesso.

Este livro é um documento completo, possui 480 páginas, e narra a história das épicas conquistas, com textos inéditos, fotos, mapas, gráficos, reproduções originais de época, desde 1879 até os nossos dias. Atualizado com as recentes conquistas de maravilhosas vias de escalada técnica em rocha. Passa pelos caminhos do Marumbi, suas trilhas de acesso, rotas coloniais até a história da formidável e ousada Ferrovia Paranaguá-Curitiba. Capítulos especiais tratam da fauna, flora e geologia, enriquecidos por textos de especialistas consagrados destas áreas. Abrange o Marumbi físico e o meio ambiente, as altitudes, os fenômenos naturais, a nomenclatura de seus picos, desfiladeiros, vales, abrigos naturais, rios e cachoeiras.

“Into The Wield”

Não lembro exatamente quando que eu lí o livro “Into The Wield”, cujo título em português é “Na Natureza Selvagem”, mas posso indicá-lo para quem gosta de uma boa e intrigante leitura.

O livro-reportagem é fruto de uma pequisa do autor John Krakauer (que também escreveu o livro “No Ar Rarefeito”) sobre o caso de Christopher McCandless, rapaz americano que, após se formar brilhantemente em uma universidade de prestígio deixa tudo pra trás e desaparece… reaparecendo meses depois, morto, num ônibus abandonado no meio de uma floresta do Alasca. A idéia de Christopher era “viver da terra” e buscar a “vida de verdade”, para isto ele percorreu os Estados Unidos, de “cabo a rabo” pedindo carona e buscando, acima de tudo, contato com a natureza. No caminho ele acaba conhecendo várias pessoas, como um casal andarilho,s um fazendeiro e um senhor aposentado, e por onde ele passa acaba deixando uma marca naquelas pessoas e um rastro de saudade.

O livro é tão bom que acabou virando filme em 2007, que inclusive ganhou duas indicações para o Oscar. Tanto o livro quanto o filme são muito bons!

%d bloggers like this: